14º Tabelionato de Notas

NOTÍCIAS

Migalhas – Seminário online – Lei 14.382 e seus impactos no Direito Imobiliário (MP 1.085)
01 DE JULHO DE 2022


Migalhas realiza o evento sobre a aprovação da MP 1.085 e seus impactos no Direito Imobiliário. Serão 3 painéis: A incorporação imobiliária e as alterações advindas da nova lei; boa-fé, auditoria jurídica e o regime da lei 13.097/2015; e o direito registral e suas principais inovações.

09h00 às 09h05 – Abertura

Alexandre Gomide
Mestre em Direito Civil pela Faculdade de Direito da USP. Especialista e mestre em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em Portugal. Professor de cursos de pós-graduação de diversas instituições. Autor de artigos e obras jurídicas, em especial “Direito de Arrependimento” e “Contratos Built to Suit: Aspectos controvertidos de uma nova modalidade contratual”. Membro efetivo do Instituto dos Advogados de São Paulo. Colaborador do Blog Civil & Imobiliário. Fundador do Instituto Brasileiro de Direito Imobiliário – IBRADIM.

09h05 às 10h05 – Painel 1: A incorporação imobiliária e as alterações advindas da nova Lei

Alexandre Gomide
Mestre em Direito Civil pela Faculdade de Direito da USP. Especialista e mestre em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em Portugal. Professor de cursos de pós-graduação de diversas instituições. Autor de artigos e obras jurídicas, em especial “Direito de Arrependimento” e “Contratos Built to Suit: Aspectos controvertidos de uma nova modalidade contratual”. Membro efetivo do Instituto dos Advogados de São Paulo. Colaborador do Blog Civil & Imobiliário. Fundador do Instituto Brasileiro de Direito Imobiliário – IBRADIM.

Melhim Chalhub
Especialista em Direito Privado. Advogado, professor e consultor. Autor do anteprojeto da Lei 9.514/1997. Membro do IAB e do IBRADIM
Francisco Loureiro
Desembargador do TJ/SP. Mestre em Direito Civil pela PUC/SP e graduado em Direito pela USP.

10h05 às 11h05 – Painel 2: Boa-fé, auditoria jurídica e o regime da lei 13.097/2015

André Abelha
Mestre em Direito Civil pela UERJ. Presidente do IBRADIM. Presidente da Comissão Especial de Direito Notarial na OAB Nacional. Professor na pós-graduação em Direito Imobiliário da Puc-Rio e em outras instituições. Program on Negotiation and Leadership pela Harvard University. Sócio de Longo Abelha Advogados.
Luciana Pedroso Xavier
Professora de Direito Civil da Universidade Federal do Paraná.

José Carlos Puoli
Professor Doutor de Direito Processual Civil na Universidade de São Paulo.

11h05 às 11h15 – Intervalo

11h15 às 12h15 – Painel 3: O direito registral e suas principais inovações

Ana Cristina Maia
Oficiala do Registro de Imóveis de Mariana. Diretora de Regularização Fundiária do Registro de Imóveis do Brasil. Graduada em Direito pela Universidade Federal de Viçosa (UFV).

João Pedro Lamana Paiva
Registrador Titular do Registro de Imóveis da 1ª Zona de Porto Alegre/RS. Presidente da ANOREG/RS. Especialista em Direito Registral Imobiliário (PUC – Minas); e graduado em Direito Registral pela Faculdade de Direito da Universidade Ramón Llull Esade – Barcelona, Espanha.

Roberto Lúcio de Souza Pereira
Registrador de Imóveis no Recife desde 2008. Bacharel em Direito pelo UniCeub/DF. Pós-graduado em Direito Privado pelo IDP/DF. Engenheiro Civil pela Unb/DF. Membro da Comissão de Revisão do Código de Normas Extrajudiciais da Corregedoria do Estado de Pernambuco e Membro da Comissão do Pensamento Registral Imobiliário do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil – IRIB.

12h15 às 12h30 – Encerramento / Perguntas

André Abelha
Mestre em Direito Civil pela UERJ. Presidente do IBRADIM. Presidente da Comissão Especial de Direito Notarial na OAB Nacional. Professor na pós-graduação em Direito Imobiliário da Puc-Rio e em outras instituições. Program on Negotiation and Leadership pela Harvard University. Sócio de Longo Abelha Advogados.

Lei 14.382 e seus impactos no Direito Imobiliário (MP 1.085)
Evento online
13/07 – (quarta-feira) – 9h às 12h30
R$ 350,00

Inscreva-se!

Fonte: Migalhas

 

Outras Notícias

Anoreg RS

Artigo: O que você sempre quis saber sobre a união estável – Por Fernanda de Freitas Leitão
11 de agosto de 2022

A união estável para ser reconhecida como entidade familiar deverá ser pública, contínua, duradoura,...


Anoreg RS

Artigo – Tributação do trust deve ser pelo ITCMD, não pelo imposto de renda
11 de agosto de 2022

Essa transferência de ativos para a formação do trust é complexa e ainda não foi pacificada, inclusive não foi...


Anoreg RS

Comunidades quilombolas defendem agilidade na regularização de terras
11 de agosto de 2022

Durante audiência da Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado, nesta quarta-feira (10), o senador Paulo Paim...


Anoreg RS

Parcela Express recebe certificação relativa à Segurança de Dados
10 de agosto de 2022

Certificado internacional atesta responsabilidade da empresa na segurança e proteção de dados pessoais dos usuários


Anoreg RS

Presidente da Anoreg/RS recebe título de Cidadão de Porto Alegre
10 de agosto de 2022

O evento reuniu autoridades dos poderes Legislativo, Judiciário e de órgãos da sociedade civil, além de...


Anoreg RS

Entidades registrais e Sinduscon realizam visita de cortesia ao corregedor-geral da Justiça do RS
10 de agosto de 2022

Na oportunidade, foi apresentada a nova diretoria do Sinduscon e as pautas que englobam os serviços registrais e da...


Anoreg RS

Rádio Justiça aborda questão da tecnologia 5G e seu impacto no mercado imobiliário
10 de agosto de 2022

Entrevista com Júlio Delamôra tratou da locação de espaços para instalação de antenas de telefonia.


Anoreg RS

Artigo: Uma importante mudança no registro de pessoas – Por Rogério Tadeu Romano
10 de agosto de 2022

Dispõe o artigo 16 do Código Civil que toda pessoa tem direito ao nome, nele compreendidos o prenome e o sobrenome.


Anoreg RS

TJ-SP não valida contrato de honorários baseado em conversa de WhatsApp
10 de agosto de 2022

Para o ajuizamento de ação de execução, sem prévio processo de conhecimento, o autor deve dispor de um título...


Anoreg RS

Artigo – Ex-companheiro pode pedir usucapião quando exerce posse do bem comum
10 de agosto de 2022

No julgamento do Recurso Especial nº 1.840.561/SP, a 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), sob a...